Os onze melhores momentos dos meus quase 40…

Ganhei essa missão da Maria Helena do Blog Uma Caipira na Suécia onde tenho que falar sobre os 11 melhores momentos da minha jornada nesta vida, uma missão quase impossível de bate e pronto, por isso levou um tempão para ser respondida. O duro é que eu tenho que indicar mais 11 blogs, e como as meninas já disseram a maioria dos blogs que sigo já estavam na lista das outras blogueiras mas vou tentar. Enfim, vamos ao que interessa…

1. Vou comecar por um que é um pouco cruel mas que dou muitas risadas de lembrar… Quando meu pai se separou de minha mãe, fomos dividir um apartamento com meu tios, avós e primos, coisas de família grande… enfim, éramos 4 criancas, 2 adolecentes e os primos agregados que vinham passar o final de semana conosco. Sou da geracão bem educada por “havaianas”. Minha avó e tios não pensava 2 vezes antes de sacá-las para castigar quem havia feito besteira. O problema é que as vezes era difícil saber o verdadeiro autor da arte, então eles fazia uma fila com a galerinha toda e todos entravam na chinelada. As vezes quando estava com raiva de algum dos meus primos fazia uma besteira pelo simples fato de que eles levariam as benditas chineladas, claro que eu também levava, e doía, mas por dentro sempre me acabava na risada… e no choro claro, porque legítima surra: Só havaianas…. Kkkk

2. Já deu para notar que nunca fui santa… também nunca fui de briga, até porque com o meu corpinho quando crianca tipo “chacis de grilo” nunca ajudou, nunca aguentei porrada. Na escola quando queria bater em alguém, eu sempre arrumava briga perto do meu irmão mais velho, porque quando as meninas vinham para me pegar eu gritava por ele e ele batia nas meninas… ô como era bom… Ok, hoje eu sei que não era ético, mas vamos combinar, funcionava!

3. Quando eu era pequena, minha mãe sempre dava a mim e meu irmão os melhores brinquedos que o salário dela podia alcancar. Morávamos em Nilópolis, no Baixada Fluminense, numa época que não era tão fácil se viver. Uma vez, chegou um circo na vizinhanca e num certo sábado a noite teria um concurso da boneca mais bonita, quem rodava babolês mais tempo, a melhor bicicleta e por aí a coisa ía, tudo valendo um sorvete ou algo assim… Eu levei minha boneca Tippy que andava de bicicletinha (A boneca do momento) e minha amiga Andréa levou o bambolê dela. O problema é que a bichinha era ruim de babolê até onde podia… Na hora de entrar na disputa então nós trocamos. Ela, claro, ganhou o prêmio da melhor boneca, e eu levei o prêmio do bambolê… O problema é que no acerto de contas ela queria os dois prêmios já que ela ganhou o da boneca e o bambolê era dela, pode??? O que fazer??? Chamei o meu irmão e resolvemos tudo… Ele queria que eu ficasse com os dois sorvetes, mas eu só fiquei com o meu de fato… kkkk… Eita tempo bom!!!

4. Como já falei, grana nunca foi o nosso forte, mas minha mãe sempre teve um imaginacão incrível e nunca ficávamos em casa quando ela estava de folga. Quantas vezes nós pegávamos o trem de Nilópolis a Central do Brasil, no centro do Rio… Minha mãe espremia eu e meu irmão na roleta para economizarmos uma passagem, daí passávamos por debaixo da roleta no buzão e íamos para a praia ou para a Ilha de Paquetá fazer pique nique??? Na hora da fome minha mãe sacava um saquinho de arroz cozido do tipo “Roz top” e abria uma latinha de feijoada ou apresuntado e alí agente “almocava fora”. Chique no úrtimo, como se diz no interior de São Paulo… Essa era a fraqueza do meu irmão, que morria de vergonha da “farofa” enquanto eu e minha mãe não estávamos nem aí…

5. Quando eu e meu irmão morávamos com o meu pai, nos finais de semana minha mãe sempre trazia guloseimas para nós e meus primos. Sempre tinha os bolinhos da Ana-Maria e todos os finais de semana alguma boneca fazia aniversário, era uma bagunca daquelas…

6. Como sempre minha mãe: Quando eu tinha uns 14 para 15 anos minha mãe me levou ao meu primeiro show underground. Ela me levou ao Show do Raul Seixas no extinto Canecão, no Rio de Janeiro. Ela me disse quando o show comecou que eu ficasse lá na frente, que aquilo era coisa pra jovem e que ela ficaria mais atrás, mas que no final ela me esperaria na portaria e nós iríamos pra casa. Pois bem, com 15 minutos de show, uma doida comecou a subir na grade de protecão e a berrar: Raul! Raul! Raul! Quando eu me estiquei para olhar pro lado quem era???? A louca da mami!!! Corri pra onde ela estava e ajudei no coro: Viva Rauzito!!!

7. Na adolecência o negócio era badalar com a turma. Nesta época já morava em Salvador… Um belo reveilon, meu pai me autorizou a passar o feriado acampando com uma turma de amigas na Ilha de Itaparica. Juntamos nossas economias e fomos para um camping na praia de Mar Grande. Para economizar um pouco pegamos carona na entrada do Ferry assim não pagaríamos a passagem e depois fomos andando até a praia, o dinheiro que guardamos compramos tudo em vodka, martini e sei lá mais o que… na entrada da barraca tinhamos pendurado um balão de camisinha de uma das meninas… Nossa fomos a sensacão do lugar, mas naquele ano choveu horrores…

8. Mais atual posso dizer que a minha primeira viagem ao exterior, com destino a Suécia e a Londres em 2008 foi maravilhosa, uma experiência que não vou esquecer tão cedo, principalmente um dia em que fomos a um pubb eu e meu ex-sambo, e no bar o garcon cismou que eu era uma atriz que estava gravando um filme na região e estivera no local um dia antes com a equipe de filmagem. Disse que não, nem fazia idéia que poderia ser, mas ele insistia que eu estava disfarcada… Ok, disse a ele que ele estava certo mas que queria ficar discreta assim evitaria confusão, ele comprou a história que ele mesmo me vendeu kkkk, resultado: Não pagamos a conta aquele dia!!!

9. Um dia especial, posso dizer que foi no dia 08 de janeiro de 2010 quando conheci meu Göran… Estava abalada pela minha separacão caótica com o Thomas quando derrepente num encontro as escuras nos conhecemos… Já se vão quase 3 anos maravilhosos!!!

10. Parece louco, mas posso dizer que por ordem de acontecimentos, meu top 10 foi quando estive no Brasil ano passado de férias. Como foi bom poder rever minha mãe e meus amigos… Matar as saudades… Amo Muito Tudo Isso!!!

11. Por fim, meu TOP 11: Quem adivinha???? Reencontrar a Branca no aeroporto depois de tantos problemas e tê-la aqui comigo sã e salva… Isso não tem preco!!!

Gente, derrepente notei que poderia continuar por mais alguns tops, mas o jogo eram apenas 11, então, posso dizer que a minha missão está cumprida! A lista do blogs não é tão extensa pois muitos dos blogs que leio já foram listados anteriormente, ok???

Something about Sweden
List of Brazilians Blogs Abroad – Blogs dos brasileiros no exterior
Borboleta Pequenina Somniando na Suécia
:: anna, nanna och bananna ::
::Na Terra dos Vikings…2.0::
O mundo sueco e EU
Café com Chai
Mochila nas Costas e Mil destinos na cabeça

Ps.: Para variar não estou conseguindo anexar os link propriamente…

2 ideias sobre “Os onze melhores momentos dos meus quase 40…

  1. Maria Helena

    Consegui terminar de ler!!!Ahhhh Karine, que lindo! Eu ri e tambem fiquei com lagrimas nos olhos… e o teu irmão, mora aqui perto? Quero morrer sua amiga… ;)Eu não conheço a mulherada de algun desses blogs, vc falou com elas sobre nosso grupo de blogueiras?Beijokas…

    Curtir

    Resposta
  2. Vânia

    Ka, estou vendo esse post só agora e morri de rir!!! Principalmente das havaianas. Preciso fazer o meu também, porque está mais do que atrasado. Bjs.

    Curtir

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s