Branca dodói

E finalmente chegamos a um diagnóstico conclusivo: Branca tem a doenca do carrapato, ou melhor, as doencas do carrapato.
Depois de muito sofrimento, baixa imunidade, internacões hospitalares e vários exames de sangue ficou comprovado que a pequena Branca é portadora dos vírus da Erchiliose (ouerliquiose), Anaplasma e Babesiose (no caso da babesiose a contagem do vírus foi tão baixa que os médicos crêem ser um reflexo das outras duas viroses e não a doenca em si).
Não foi fácil chegar a este diagnóstico. Foram feitos quase 20 exames de sangue desde a manifestacão da doenca em 20 de dezembro de 2012. O primeiro exame laborial foi feito na clínica aqui mesmo em Lidköping,  foi constatado tracos de infeccão porém, o médico veterinário que a atendeu me disse não poder explorar a fundo o motivo da infeccão por não ter muitos recursos no local, mas caso o quadro piorasse seria necessário ir até Skara no Skaradjursklinik para poder fazer um exame mais completo.
Dois dias depois disto, a pequena Branca teve uma queda da imunidade bastante acentuada, o que fez com que ela apresentasse um quadro apático, com dificuldade de respiracão, perda de apetite e vômito. O que fazer??? Ligamos para a companhia de seguro e eles nos sugeriram entrar em contato com o hospital em Skara por terem um atendimento emergencial, já que se tratava de um final de semana de feriado prolongado – Natal – e o fizemos. Para a nossa surpresa, não havia nenhum veterinário no plantão para fazer o atendimento. Estavam “todos” doentes, dá para acreditar, e nos foi sugerido que entrássemos em contato com o hospital mais próximo, localizado a uns 150kms daqui, que fica em Gotemburgo.
Em Gotemburgo, Branca passou na frente de todos os outros animais que lá se encontravam devido ao seu estado debilitado. Ela ficou internada durante o Natal onde precisou passar por uma transfusão de sangue de emergência além de diversos exames de sangue para verificar o seu estado.
Foram 4 dias intermináveis… Quando a deixamos no hospital recebemos a informacão que os veterinários entrariam em contato conosco somente pela manhã após a ronda, antes da troca de turno. Seu estado era tão crítico que sempre que eles a checavam nos davam um retorno para um “upgrade” de informacão o que para mim era um tormento. A cada ligacão era como a notícia da morte da minha princesa, mas ela continuava reagindo devagar e sempre até que ela teve alta no dia 26 de dezembro com 30% do nível de glóbulos vermelhos no sangue, o que em outras palavras significava que ela tinha 50% de chancer de sobreviver, além de uma enorme chance do sangue coagular nos pulmões, o que seria fatal.
Branca voltou para casa dia 26 e voltou para o hospital, desta vez em Skara, no dia 27 devido a uma gastrite nervosa que ela desenvolveu durante a estadia em Gotemburgo. Mais uma noite internada. Mais exames de sangue. Mais interrogacões e menos respostas… 😦
Dia 28, Branca teve alta e voltou para casa desta vez, de vez. Porém, constantemente temos que refazer os exames de sangue (mais ou menos a cada 2 semanas) para checar os níveis da anemia profunda que ela desenvolveu, que por sinal até então era o diagnóstico que tínhamos: “Auto imune anemia” causada por agentes desconhecidos.
4 meses, 2 hospitais e 6 veterinários depois, resolvi entrar em contato com a veterinária que a atendia no Brasil para ver se ela nos dava uma luz, e a Dra. Rosana, após analisar os exames de sangue que eu a enviei, sugeriu que eu entrasse em contato com a veterinária daqui e pedisse que eles checassem a doenca do carrapato (babesiose, erchiliose e anaplasma). Foi o que fizemos, além dela sugerir um exame chamado PCR (Polymerase chain reaction), um tipo de scaneamento de DNA do sangue, que este sim era o exame mais aconselhado para este caso.
A veterinária que cuidava do caso anteriormente já havia feito testagem contra babesiose e tinha dado negativo. Então, partimos para o PCR. O problema é que na Suécia não existe um banco de dados de vírus ou bactérias que não exista no país o que dificulta a realizacão correta do exame. Assim, a veterinária resolveu enviar a amostra de sangue para um laboratório na Alemanha.
Hoje, após toda esta novela, chegou o resultado. A Branca é positiva para erliquiose e anaplasma com tracos de babesiose, é mole????
Eu ainda não sei ao certo se a notícia que recebemos foi boa ou ruim, o fato é que agora ao menos poderemos tratá-la da maneira correta.
Já notamos que após uma semana sob o efeito de doxiciclina 100mg/dia ela já apresenta uma incrível melhora, já está mais alerta e bem mais animada quando sai para caminhar… creio que a tendência agora é apenas melhorar…
Creio que lembrei de tudo, mesmo repetindo um pouco o post anterior (Veja aqui) deu para explicar direitinho a situacão da minha preta pra galerinha que está na torcida por sua melhora e a qual agradeco imensamente pela energia positiva.
Em tempo galera, gostaria de lembrá-los que se pretendem ter cães e/ou gatos na Suécia recomendo que contratem um seguro de saúde para seus amados, pois nesta brincadeira já gastamos algo em torno de 35.000kr (+/- 10.000 reais) pois com nossa inexperiência, contratamos uma cobertura menor de 25.000kr e este valor foi gasto apenas nos primeiros 15 dias. Desde então, estamos arcando todos os exames de sangue e médicos do bolso, valor este, que gira em torno de 1.500kr cada visita ao médico.
Aqui seguem alguns links importantes para nós:
Sem fala da super ajuda:
 
Dra. Rosana Pedroso Vicente
Clínica Veterinária Saúde Animal
Rua Prudente Pigatto, 246
Santa Cecília, Paulínia – SP
Tel: (19) 3874-4975
         (19) 3833-3733

Uma ideia sobre “Branca dodói

  1. Maria Helena

    Oi Karine,Não é legal ter um bichinho querido doente. Pouco antes de eu mudar para a Suécia minha gata adoeceu e morreu, foi triste porque ela estava com uma infecção no útero e não dava para operar antes de, ao menos, controlar um pouco a infecção. O remédio não deu certo e no fim ela morreu. É tão frustante! Espero que a Branca supere essa. Pelo bem dela e do seu bolso!Beijos!

    Curtir

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s