Curso de sueco online

Para quem tem a vontade ou simplesmente curiosidade sobre o idioma falado na Suécia, aqui vai uma boa dica de curso online para que você possa dar os primeiros passo. Basta clickar no link abaixo e fazer a inscrição no curso. Legal, né?

http://alison.com/courses/Introduction-to-Swedish/content/scorm/5436/module-1-introduction-swedish

Aproveitem que é grátis. No site Alison.com tem também vários outros cursos igualmente gratuítos para ampliarmos nossos conhecimentos. Vale uma olhada no site!

Vi ses, hej då! 🙂

HER

Semana passada assisti ao filme HER, com Joaquin Phoenix. Um filme muito interessante que mostra a dependência que temos hoje em dia dos nossos smartphones e computadores, fazendo com que nos isolemos do mundo real para vivermos através das telas e Apps.

A direção é feita de uma forma em que nos faz mergulhar no enredo, sentir o que o pobre Theodore sente. As angústias, solidão, paixão… e a única coisa que eu queria naquele momento era ajudá-lo, contar que aquilo não era saudável, sei lá… só assistindo para entender.

No site IMDb.com tem um ranking de pontuação dos filmes que varia em uma escala de 0 – 10. HER, obteve a média 8. Eu, daria uma nota 9 porque achei que o final ficou muito em aberto, quase que como aguardando uma sequência, ou um HER 2. À seguir, tem a sinopse e o trailer do filme para que vocês possam sentir o gostinho e até  mesmo, quem sabe, deixá-los com vontade de descobrir a história de Theodore e Samanta.

Sinopse de HER

Theodore é um homem solitário em fase final de seu divórcio. Quando não está trabalhando como um escritor de cartas, o seu tempo livre é gasto jogando vídeo games e, ocasionalmente, sair com os amigos. Ele decide comprar o novo OS1, que é anunciado como o primeiro sistema operacional de inteligência artificial do mundo, “Não é apenas um sistema operacional, é uma consciência”, afirma o anúncio. Theodore rapidamente encontra-se atraído com Samantha, a voz por trás de sua OS1. Como eles passam muito tempo juntos, o interesse entre eles cresce cada vez mais e, eventualmente, acabam se apaixonando. Tendo caído de amores por seu OS, Theodore se vê lidando com sentimentos de grande alegria e dúvida. Como um sistema operacional, Samantha tem inteligência poderosa que ela usa para ajudar Theodore de maneiras que outros não tiveram. Mas como é que ela pode ajudá-lo a lidar com seu conflito interior de estar apaixonado por uma OS?

O vídeo à seguir: Her, Love in the modern ages (Ela: Amor na idade moderna), narra as reações ao filme de Spike Jonze, indicado ao Oscar, Her. O documentário, dirigido por Lance Bangs, apresenta histórias e reflexões de escritores, músicos, atores e especialistas em cultura contemporâneas, incluindo Olivia Wilde, James Murphy e Bret Easton Ellis, sobre o filme Her, e os seus pensamentos sobre o amor na idade moderna. Vale muito à pena assistir…

E claro, que o povo não deixa barato, agora vai uma sátira muito bem feita ao filme Her, aqui chamada HIM. Aproveitem!

Bem, por hoje é só galerinha linda, já já volto com mais…

Hej då, vi ses 😉

 

Trabalhar na Suécia, dicas e curiosidades…

Várias pessoas me perguntam sobre como é trabalhar na Suécia? se tem emprego? se é fácil conseguir emprego? se pode trabalhar estando ilegal, ou no preto, como se diz por aqui? Enfim, são tantas as perguntas que fica complicado responder à todas.

Fussando na net, eu achei um ótimo post no blog da minha amiga Vânia do Diário de uma Teimosa que explica tim tim por tim tim o que todos querem saber, e um pouquinho mais.

Espero que ajude a sanar um pouco das dúvidas de todos…

Boa leitura. Hej då!! 😉

Diário de uma Teimosa

Vir para a Suécia com um contrato de trabalho assinado é o sonho de alguns profissionais brasileiros que se torna realidade. Oportunidades existem, mas não para todos. E isso não tem a ver com o fato de um ou outro ter nascido com o bumbum virado para a lua, mas sim porque houve dedicação da pessoa. Estudo, trabalho e constante atualização.

Porém, vamos supor que sua realidade seja outra. Suponhamos que você está se mudando para o país porque caiu de amores por um viking ou porque está acompanhando o seu parceiro brasileiro numa nova jornada. Você acha que conseguirá um trabalho num piscar de olhos assim que colocar os pés nas terras geladas? A resposta é: depende. Uma boa formação acadêmica e experiência profissional não são garantia de conseguir um emprego na área desejada. Na Suécia você é mais um competindo por uma vaga pau a pau com os suecos…

Ver o post original 1.126 mais palavras

Socorro, quero sair do Brasil!

Ultimamente parece que a galera meio que criou uma ojeriza do Brasil. Todo mundo reclamando da situação, e ninguém fazendo nada para mudar a mesma, mas não é este o ponto. O negócio é que todos querem imigrar para algum país rico e lindo na Europa, ou até mesmo para USA sem ao menos pensar nos prós e contras da idéia.

Este vídeo do Porta dos Fundos é uma sátira com um extremo fundo de verdade. Para nós que estamos aqui fora e que de alguma forma acompanhamos o noticiário, sentimos que a coisa está ficando complicada. O Charlie Hebdo (jornal francês que publica charges ofencivas contra tudo e todos) por sua vez, ajudou bastante para piorar ainda mais o negócio. O fato é que de forma geral, os países da Europa criaram uma islamofobia que tem afetado à todos, e não apenas aos mussulmanos.

Cada dia que passa está ficando mais complicado para se aplicar para vistos em qualquer país, e as fronteiras ficando cada vez mais vigiadas. Para nós brasileiros, a situação ainda não está assim tão restrita como costuma ser na Espanha, mas as coisas estão mudando. Muitos partidos de extrema direita, nazistas por vocação, estão disseminando a idéia de que imigrantes destroem a cultura e oportunidades dos nativos, e esta idéia vem tomando uma proporção absurda.

A Suécia e a Alemanha, por exemplo, tem tentado de todas as formas conter o crescimento dos extremistas sem sucesso e estes partidos tem alcançado lugar importante nos governos. Aqui na Suécia, estas idéias tem sido sustentadas pelo SD (Sverigedemokraterna) que nas últimas eleições cresceram de 6 para 13% e tem feito uma verdadeira bagunça no Parlamento tendo com única proposta de governo a diminuição do número de imigrantes no país.

Os protestos dos extremistas tem se espalhado por aqui, não tenho um controle total da informação, mas hoje li no jornal que o Pegida, movimento surgido na Alemanha com o intuido de lutar contra a islamização da Europa, deu entrada em um pedido junto à polícia de Malmö para fazerem uma manifestação no dia 9 de fevereiro, no centro da cidade, e assim demostrarem sua indignação contra tal. O Pegidas, já realizou protestos em Olso, capital da Noruega, Copenhagem, Århus e Esbjerg, na Dinamarca, juntando centenas de manifestantes. Aqui em Malmö, estão previstos cerca de 200 manifestantes, porém, do jeito que a coisa anda tudo pode acontecer inclusive um grande número de manifestantes contra a manifestação em si podem aparecer, como aconteceu em Jönköping no ano passado contra uma manifestação do Partido Nazista Sueco, e a coisa perder o controle.

Então, para você que pensa realmente em sair do Brasil, aconselho a dar uma boa lida nos jornais e se informar sobre a condição política do país em que planeja fazer moradia nos próximos anos de suas vidas, afinal, uma má escolha pode te deixar em uma situação realmente delicada. Dificultando desde a adaptação cultural quanto ao acesso à emprego, estudos e a bonansa tão sonhada. Ok?

Kram och puss allihopa 😉

 

 

 

Curiosidades da língua sueca #1

Semana retrasada o jornal The Local publicou uma matéria super interessante e engraçada sobre um jeito estranho dos suecos pronunciarem o ja/sim/yes.

O lance é que os suecos são cheios de fazer sons estranhos quando estão conversando, e pior ainda quando estão calados e sem assunto. Não tem como explicar, isto é uma experiência que tem que ser vivida para entender o drama. Meu amigo Aguinaldo que o diga… morria de rir todas as vezes que ouvia minha família conversado.

Enfim, segue o vídeo da matéria (infelizmente está em inglês) para vocês entenderem um pouquinho da luta que nós que chegamos por estas bandas temos que travar para aprender este idioma tão estranho e ainda assim acreditar que é possível!

O que vocês acharam? Engraçado, não?

Que ler a matéria original do The Local? Clique aqui

Vi ses 😉

Histórias que só a Globo conta para você! #2

Quando resolvi me mudar para Suécia há uns 6 anos atrás eu procurei me informar sobre os mais variados assuntos possíveis no que dizia respeito à Suécia como idioma, moeda, formas de governo, oportunidades de trabalho e etc. Eu utilizei as ferramentas que eu tinha para poder pesquisar sobre os prós e contras de uma mudança tão radical para a minha vida.

Pesquisei no Google, nos sites da Embaixada da Suécia, links de notícias de jornais e, claro, no Orkut que era o que tinha no momento. Usei o falecido Orkut para procurar pessoas que morassem aqui na minha região  e pegar algumas dicas sobre o que trazer, o que me faria falta, o que seria demais, no que poderia trabalhar no início e se elas estavam afim de encontra comigo quando chegasse aqui. Porém, o principal sobre documentação e visto, isto eu pesquisei juntamente com o meu sambo na época, afinal ele também era uma parte interessada além de falar o idioma e conhecer o sistema. Sem dúvidas, para ele era muito mais fácil obter os dados necessários estando aqui na Suécia e sabendo exatamente com quais departamentos entrar em contato.

Lembro-me que na época eu dispunha apenas do MSN e Orkut, minha conexão de internet e a diferença de horários fazia com que fosse quase impossível que utilizássemos o Skype. Ainda assim, quando chegou a hora de preencher a papelada para o visto, mesmo à distância e com toda essa falta de opções tecnológicas, eu e meu ex-amado preenchemos a papelada juntos. Ele ía lendo, eu preenchendo os campos, e as dúvidas que íam surgindo nós íamos resolvendo com a ajuda do Google translate, e funcionou que foi uma maravilha. Prova disto? Olha eu aqui!

E, tem outra coisa, se mesmo com todos os cuidados e informações que eu procurei juntar antes da viagem, cheguei inclusive à vim de férias um ano antes para conhecer família, modo de vida e tals do ex, nada disso foi garantia de vida de contos de fada, tudo deu errado pra mim e tive que recomeçar do nada, como pode as pessoas simplesmente se valerem de um simples programa de 30 minutos de duração para decidirem o futuro?

Daí, derrepente, vem nossa querida Globo e traz uma belíssima reportagem, disso não podemos duvidar, sobre a bela e perfeita Suécia. O que acontece no dia seguinte? Uma chuva de pedidos de ajuda dos mais variados tipos para os desesperados para achar o caminho para a terra prometida, ou melhor, o jeitinho para tal. Porém, infelizmente, jeitinho é um recurso brasileiro que não funciona por aqui. Não adianta esperniar e muito menos tentar jogar uma historinha de ter sido visinho da Silvia (Rainha da Suécia) e da família dela da época em que eles moravam em São Paulo e assim ter tratamento VIP, porque isso foi a muito tempo atrás, não cola.

Na ânsia pelas terras vikings, a galera tem feitos pedidos absurdos de ajuda. Ninguém quer ter o trabalho de procurar as informações como eu fiz, ou como todos os outros que aqui moram o fizeram anteriormente. Com esse negócio de Facebook, a galera ficou preguiçosa demais para tentar sequer encontrar algumas respostas sozinhas, e se não tem no Face, a resposta não existe. Por conta disto, têm recorrido aos grupos que lá existem e blogs para pedir que nós os salvemos e entreguemos de mão beijadas um passaporte carimbado. Claro, se possível, por quê não as passagens também?

Tem gente quer saber sobre como morar aqui? Como conseguir o visto? Como conseguir emprego? Como conseguir um(a) viking? Qual o departamento e o número de telefone que o companheiro (que é sueco e mora aqui NA SUÉCIA) tem que ligar? Teve uma doida que entrou na comunidade do Face perguntando se tinha alguém que tivesse uma empresa e fosse legal o bastante para fazer um contrato falso de trabalho para que ela e o marido podessem dar entrada em um visto de trabalho, mas que nós não nos preocupássemos pois eles pagariam as passagens e as despesas sozinhos… o que ela esperava??? Casa, comida e roupa lavada também??? Como assim??? Aqui, tudo é super controlado baseado no seu personnummer. À partir do momento que alguém dá entrada na documentação sueca baseada em um contrato de trabalho o Skatteverket (receita federal sueca) já fica de orelhas em pé à espera dos impostos à serem recolhidos do indivíduo, caso isto não aconteça é cadeia na certa. Então me explica: Como forjar um contrato de trabalho apenas para ajudar alguém que você nem sequer conhece? Sorry, no way!!!

Na comunidade “Quero Morar na Suécia” tem um documento fixo, com as explicações básicas de como proceder. No caso de levar os planos à diante, basta querer fazer o negócio direito, e buscar as informaões e papeladas necessárias para mudança para o país perfeito. Ainda assim, com todas as dicas já mastigadinha e com os links necessários tem gente que acha que somos obrigados a já entregar a papelada preenchida em mãos, e quando não o fazemos recebemos comentários como este abaixo:

January 18, 2015 84402 PM CET

 

Este especialmente não foi para mim, mas para a administradora do grupo. Na verdade, a maioria dos participantes da comunidade que já moram aqui e tentaram de alguma forma explicar que aquela imagem vendida não era 100% verdade, e que aqui as coisas realmente funcionam, logo, todos têm que fazer sua parte e correr atrás das informações reais em órgãos oficiais, foram de alguma forma insultado e isso não é legal. Ninguém tem a obrigação de ajudar e muito menos deve ser esculaxado por dizer a verdade que ninguém quer ouvir, certo?

Mas aí também tem o outro lado: Eu já ajudei várias pessoas no Brasil entrando em contato com o Migrationsverket através de telefone, ficando tipo uma hora na linha esperando para tirar uma dúvida ou pegar informações quanto a situação de visto e tals, e a galera derrepente chega por aqui e nem sequer dá um sinal de vida. Parece bobagem, mas eu fico preocupada. Vai que a criatura está em dificuldades ou de alguma forma a informação não foi suficiente e a pessoa ficou presa na imigração sei lá… derrepente a pessoa aparece feliz e sorridente no Face e nem um: Poxa, deu certo! é capaz de mandar.

Por isso é que eu costumo falar que a Rede Globo fez e faz um desserviço à população, pintando um quadro que muitas vezes não é exatamente daquele jeito, e o povo vai atrás sem ao menos tentar questionar e, quando encontra alguém que o faça, ataca!

Galerinha linda, eu, assim como todas as outras blogueiras e participantes de grupos de brasileiros pelo mundo procuramos ajudar no que for possível, mas não pegamos pela mão para resolver o problema, ok? Sejamos mais legais e entendam que nós também trabalhamos e temos vida social, família e assim por diante. Não estamos ao dispor 24hs por dia.

Bem, isto era o que eu tinha pra hoje, depois eu volto com mais.

Kram och puss, hej då! 😉

Guia rápido e rasteiro para mudar para a Suécia

Já faz uma tempo que minha amiga Caipira escreveu este super guia de como morar na Suécia, e há muito tempo eu tenho pensado em reblogá-lo mas fui deixando passar. Enfim, para quem tem como meta de vida mudar de mala e cuia para a terra do gelo, espero que o passo-a-passo da Maria os ajude.

Apenas reforçando, nós não escrevemos as leis, nós não adiantamos o lado de ninguém, o que podemos fazer é passar nossas experiências e impressões sobre tudo o que diz respeito à vida na Suécia, qualquer outro assunto no que diz respeito à visto e documentação, por favor, entrem em contato com órgãos competentes.

No mais, fique à vontade para se deliciar com as dicas!

Uma Caipira na Suécia

Obrigada Globo Repórter, por fazer uma reportagem linda mostrando a Suécia maravilhosa do verão.

Sem ironias, esse é um país muito bom para se viver. Se você quer saber mais sobre, tem todos os posts desse blog para você matar sua curiosidade e ficar com raiva de mim por causa dos meus pontos de vista bobos. Mas como quem quer mudar tem pressa, preparei esse guia, principalmente depois de receber uma série de pedidos do tipo: e aê guria! Blz? Quero morar na Suécia, como é que eu faço? Simples, é só seguir os passos desse…

Guia rápido e rasteiro para mudar para a Suécia:

1. Prepare-se para fazer a mudança depois de um ano, ao menos. Isso mesmo. Não dá para vir para cá de mala e cuia sem visto. Visto você só consegue para estudar, trabalhar ou viver com um parceirx suecx. E o processo de solicitação…

Ver o post original 963 mais palavras