Visto para a Suécia


Se você tem a vontade de visitar ou morar na Suécia, é bom saber que antes de tudo é necessário ter um visto que pode ser de residência, trabalho ou estudo. Vistos de asilo não se aplicam à cidadãos brasileiros uma vez que o Brasil não se encontra em guerra e em nenhum tipo de conflito.

Uma vez me perguntaram se um cidadão brasileiro poderia solicitar um visto de refugiado. Claro que não! É bom lembrar que a ditadura, assim como as perseguições políticas já não existem desde os anos 80 com o final do regime militar e a implantação da democracia no Brasil.

O visto, seja ele qual for, deverá ser solicitado do Brasil por formulário on-line ou indo diretamente a um dos Consulados Suecos espalhados pelo Brasil, ou a Embaixada da Suécia, em Brasília. Não esquecendo que para tal haverá o pagamento de taxa que deverar ser efetuado imediatamente quando for enviado os documentos.

Vale lembrar que cidadãos brasileiros viajando para a Suécia ou dentro da área de Schengen como turistas não necessitam de visto, podendo permanecer por até 90 dias, mas é importante dar uma olhada nas informações abaixo:

Visto para viagens de turismo, negócio ou conferência.

Desde 25 de março de 2001, a Suécia participa de todas as cooperações de Schengen. Isto significa que as pessoas podem viajar livremente entre os membros países de Schengen.

Os seguintes países fazem parte do tratado de Schengen: Suécia, Noruega, Dinamarca, Finlândia, Islândia, França, Alemanha, Bélgica, Países Baixos, Luxemburgo, Espanha, Portugal, Grécia, Itália e Áustria. Irlanda e o Reino Unido participam somente em certas partes do tratado e continuarão o controle de entradas nas fronteiras.

Um estrangeiro, que não tenha a obrigação de ter visto, tem legalmente o direito, depois da entrada num país Schengen, de viajar livremente na área durante o período máximo de 90 dias. Isso significa que não é permitido entrar na Suécia, ficar 90 dias, ir a outro país de Schegen e retornar a Suécia por mais 90 dias. Os 90 dias devem ser contados a partir da data de entrada na área de Schegen, ou seja, a partir da passagem pela imigração no aeroporto quando recebido o carimbo de entrada na União Européia.

Os estrangeiros possuidores de uma permissão de residência em um país de Schengen, também podem, ao apresentá-la, viajar livremente nesta região durante 3 meses.

Cidadãos brasileiros não precisam de visto para viajar dentro da área Schengen, e podem ficar até 90 dias nos países de Schengen sem visto e sem nenhum pagamento de taxas.

Documentos para visitar Suécia como turista

De acordo com informação da site oficial do Departamento de Imigração da Suécia, os seguintes documentos são necessários para a entrada no país:

  • Passaporte: Validade superior a 90 dias à duração da estada prevista
  • Extrato bancário 450,00 coroas suecas por pessoa e dia, ou carta convite com garantia de alimentação e alojamento do interessado durante a sua estadia.
  • Seguro-saúde/viagem: Cobertura de € 30.000,00 com validade nos países Schengen

Recomendável levar um comprovante de emprego fixo no Brasil na hora do controle na entrada da Europa.

Para mais informação acesse: www.migrationsverket.se