Arquivo da tag: Não twite no teatro!

Pesadelo teatral!

Dias atrás estive em Vara Konserthus para assistir à uma peça com o pessoal do trabalho. A peça tratava das aventuras de um rapaz com a síndrome de asperges (um tipo de autismo) e as dificuldade de se relacionar com a família e o mundo.

2015-03-14 21.14.36

Um espetáculo muito bom, mas o que eu queria contar aqui não é isso, e sim, minha experiência vivida no teatro. Ou melhor, contar o pesadelo vivido no teatro. Sei que vocês não devem estar entendendo nada, mas o que acontece, é que fiquei perplexa em como as pessoas estão se comportando… como estão tão dependentes das suas pequenices tecnológicas que já não mais respeitam as regras ou pessoas que os cercam.

Bem é sabido que ao entrar em cinemas, teatros e qualquer outro recinto onde alguém está se apresentando ou palestrando, o que quer que seja, os aparelhos celulares e muitas das vezes as câmeras fotográficas devem ser desligadas antes do início da apresentacão, mas infelizmente não foi bem isso que eu presenciei, e não de apenas uma pessoa.

No escurinho do teatro, luzes que mais pareciam uma constelacão brilhavam de todos os lados nas cadeiras do recinto. Como eu estava sentada em uma das filas no final e a mesma ficava bem acima do nível das outras, eu pude ver e ser perturbada por estes seres abomináveis e seus smartphones. Para todo os lados que se olhava tinha alguém logado no Fabecook, Whatsapp, Twiter e outras coisas mais…

Eu fico pensando, o que leva uma pessoa a pagar caro por um bilhete de teatro (e olha que aqui na Suécia qualquer evento é muito caro) para ficar de papo no Whatsapp ou Facebook? Onde foi parar o respeito com as pessoas que passam dias a fio treinando para fazer um espetáculo perfeito e contar a sua história para pessoas que não estão nem aí para o que está acontecendo lá em cima do palco? E o que é pior, fazem com que as outras pessoas que estão à sua volta, e interessadas, não possam apreciar o mesmo?

Se por um lado é legal ver que os jovens estão saindo de casa, de suas tocas e de seus PCs, por outro lado, eles não estão desligados 100% de seus núcleos e os trazem à tira-colo para onde quer que vão… O ó viu?

Bem por hoje foi só um desabafo rápido já que não dá para pular no pescoço de todos os pentelhos do mundo, não é mesmo?

Hej då allihoppa! 😉

2015-03-14 18.41.47

Den Besynnerliga Händelsen med Hunden om Natten, de Simon Stephens

Títilo original: The Curious Incident of the Dog in the Night-Time

Escrito por: Mark Haddon

Den Besynnerliga Händelsen med Hunden om Natten, conta a história de um menino, Christopher, que escreve um livro para contar algo interessante que aconteceu com ele: encontrar o cachorro da vizinha morto, assassinado com um rastelo. Christopher então decide resolver o mistério e encontrar o assassino, e sai em busca de respostas. No entanto, as perguntas cujas respostas ele finalmente encontra são de uma natureza infinitamente mais profunda e complexa – questões sobre sua família, sua história, sua identidade. Ao tentar solucionar o crime, o menino encontra verdades as quais são ao mesmo tempo novas e desconcertantes. Ele descobre, por exemplo, que sua mãe, a qual ele pensava estar morta, está na verdade viva e em um segundo casamento. Ele também descobre que seu pai fora o culpado por esconder isso dele. Mas essas são apenas algumas das suas mais negativas descobertas – ele também descobre em si mesmo forças e capacidades que ele nunca havia imaginado: ele viaja sozinho, encontra sua mãe, escreve um livro. E como se isso não bastasse, ele passa por cima de uma limitação real, uma limitação mental: Christopher é um garoto autista, portador da Síndrome de Asperger. Resenha: Manuela Volaco